Buscar
  • Danielle Laís

Atitudes que garantem mais segurança no transporte das suas cargas

Para ter certeza que todas as partes do transporte acontecerão da melhor maneira, é preciso se preocupar com mais do que apenas receber pedidos e realizar as entregas, e garantir a segurança durante o transporte da carga, indo de acordo com os seus objetivos profissionais.

Ter certeza que a mercadoria que você está transportando está segura, porém, não é tão simples quanto parece. Falhas durante o transporte podem acontecer e gerar perdas e danos a carga. No artigo de hoje é sobre esses detalhes essenciais para o transporte que vamos conversar.

Manutenção preventiva:

Fundamental para sua carreta e deve estar lado a lado com a conservação do veículo. Ambas ajudam a aumentar sua vida útil, evitar prejuízos financeiros futuros e qualquer outro tipo de problema que possa aparecer eventualmente pela carreta ou caminhão.


Peças:

Vários gastos estão envolvidos no cuidado com seu veículo, indo desde os impostos até o combustível e os pedágios pela estrada. Porém, apesar dos gastos, procure não utilizar peças usadas no seu veículo para economizar, principalmente em partes que exigem qualidade e segurança como o motor, câmbio e freio.

Mas, em alguns casos isolados, você pode sim escolher peças usadas, desde que não coloquem sua segurança e a de outros passageiros em risco. Recomendamos que peças de segunda mão sejam utilizadas apenas em bancos, faróis ou maçanetas.


Pneus:

Procurando por economia, motoristas escolhem pneus usados, de segunda linha, ao invés pneus novos.

Várias pesquisas mostram que pneus de segunda linha têm durabilidade muito menor que os novos, o que significa que no fim das contas, você terá que trocar seus pneus mais cedo e acabará gastando ainda mais do que se tivesse comprado novos.

Existe até uma lei para regulamentar os pneus, dentro do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Segundo a lei, cada pneu deve ser trocado quando os sulcos tiverem 1,6 mm de profundidade, algo comum de ser encontrado em pneus de segunda linha.

Opte por pneus novos e adquiridos em locais especializados, para garantir que você não terá dores de cabeça tão cedo com seus pneus. Para ter rodas ainda mais duráveis, faça o rodízio, que garante que todos os pneus estarão iguais.


Combustível:

Vários tipos de combustíveis existem pelas estradas para os motoristas escolherem, com valores bem mais baratos que o convencional. Porém, combustíveis baratos demais podem esconder outras substâncias, tornando o combustível adulterado e perigoso.

O diesel adulterado prejudica o desempenho do caminhão e afeta partes essenciais para o funcionamento do veículo, acelerando a necessidade de manutenção do motor e diversas outras peças do sistema do veículo.


Manutenções essenciais que você não pode esquecer:

Além de evitar utilizar peças antigas demais, pneus usados e combustíveis adulterados, existem outras coisas que você pode fazer para ter ainda mais segurança e qualidade na sua viagem.

· Não ande com o tanque na reserva;

· Garanta o bom estado e funcionamento dos faróis;

· Mantenha os pneus calibrados;

· Cuide da troca de óleo do sistema.

Atitudes assim devem se tornar hábitos, por mais simples que pareçam, fazem toda diferença!


Gostou das nossas dicas de hoje? Compartilhe com seus amigos caminhoneiros e passe o conhecimento adiante! Assim, teremos motoristas cada vez melhores pelas estradas de todo o Brasil e América do Sul!

7 visualizações

Cnpj: 23.427.256/0001-85

Desenvolvido por