Buscar
  • Danielle Laís

Caminhoneiro? Descubra suas possibilidades!

Caminhoneiros são o ponto chave da economia brasileira e não dá para discutir a extrema importância da profissão no país.

Está interessado em seguir nessa profissão?

Aqui nós vamos te falar sobre tipos de transporte que você pode fazer, para você descobrir qual é o melhor negócio na hora de pegar seu caminhão ou carreta e botar o pé na estrada.

Carga frigorífica

Esse tipo de transporte corresponde a cerca de 3,6% do mercado brasileiro de cargas rodoviárias. É um ramo bem segmentado e vale pesquisar na sua região se existe demanda de trabalho, pois não está disponível para qualquer lugar do país.

Para seguir nesse ramo, é preciso ter seu caminhão ou transportadora perto de indústrias de alimentos congelados, frigoríficos, frutas, laticínios ou frutos do mar.

Esse transporte é extremamente vantajoso pelo valor agregado ao frete, que vai de 30% a 50% a mais que um frete de carga seca, ou seja, você consegue muito mais lucro do que em outro segmento do ramo.

Obviamente, pelo lucro que é possível conseguir, você ou a sua transportadora deverão desembolsar um grande investimento. Ele deve ser passado para os equipamentos do veículo, que devem conter uma câmara fria e equipamentos de refrigeração, higienização constante, sem contar os custos para capacitação adequada para realizar o transporte dos produtos, que se não tiver os cuidados corretos, podem ser perdidos pelo caminho.


Cargas especiais e de grande porte

Não vemos muito pelas estradas o transporte desse tipo de carga, sendo que representam apenas 2,2% do mercado rodoviário brasileiro, mas, isso não significa que não seja uma ótima oportunidade de negócio para você investir!

É esse tipo de transporte que permite levar grandes peças e conjuntos estruturais, com grande peso e tamanho, indo bem além das dimensões do código de trânsito brasileiro.

As peças transportadas por esse segmento exigem muito cuidado para o carregamento, manuseio e descarregamento, exatamente por serem grandes materiais e oferecerem riscos.

Para realizar esse tipo de transporte você precisa da AET, sigla para Autorização Especial de Trânsito, além de que, nessa modalidade, é preciso contar com um time de batedores para garantir a segurança de todos durante o trajeto.

Para a realização desse transporte não existe um padrão, já que as cargas podem variar bastante em relação ao tamanho e peso, e por esse motivo, precisam de planejamento e execução corretas.

Mesmo sendo um trabalho complicado, é uma ótima forma para você ganhar dinheiro pois o custo dessa modalidade de transporte é muito maior que o convencional.


Cargas líquidas não perigosas

Essa é uma modalidade que também vem crescendo no país, pela escassez de água se espalha em algumas regiões do Brasil, e você, pode transformar esse problema em uma ótima oportunidade de negócio.

A área de transporte de cargas líquidas não vale apenas para água, você pode transportar sucos, leite e vários outros produtos líquidos que não ofereçam risco.

Está pensando em entrar para o negócio? Antes, faça uma pesquisa no seu mercado local!

Normalmente, para esse tipo de serviço você vai precisar estar mais perto do campo que da cidade, mas preste atenção, se existe demanda, vale a pena investir.


Cargas secas

Aqui entram os produtos industrializados não perecíveis.

A característica principal dessa modalidade é que você não precisará cuidar da refrigeração da carga, e ela também pode ser realizada independentemente do clima da região, faça chuva ou faça sol o transporte está liberado.

Existem diversos produtos que podem ser transportados nessa categoria e as cargas mais comuns são madeira, ferragens, materiais de construção, feijão, arroz, açúcar e óleo.

Para fazer esse transporte, é comum utilizar veículos que contam com um baú, onde você pode deixar arrumadas as caixas e os sacos que vão ser transportados.


Cargas vivas

Uma categoria que é facilmente vista nas estradas. Ela é baseada no transporte de animais como vacas, porcos e galinhas.

Para realizar esse transporte você precisa se especializar e passar por treinamentos, pois é um modelo extremamente delicado e exige muito cuidado do motorista para que os animais não sofram pelo trajeto.

Nesse transporte você precisa ter uma carroceria fechada que conte com ventilação adequada, para garantir a respiração dos animais, como a boiadeira.


Cargas perigosas

Essa modalidade é reservada para o transporte de materiais que devem ser manuseados cuidadosamente, pois oferecem risco à saúde, ambiente, segurança e integridade dos caminhoneiros.

Por oferecerem risco, foram criadas algumas regras para organizar esse transporte. A ONU criou recomendações para transportar produtos perigosos e também, uma lista que classifica os materiais de acordo com o nível de perigo que exigem e os cuidados que precisam. Os principais produtos que são transportados são: gases inflamáveis (como o gás de cozinha), explosivos (como fogos de artifício), líquidos inflamáveis (como álcool e gasolina), gases tóxicos (como a amônia e o enxofre) e também, materiais radioativos.

Então, se você quer seguir nessa área é preciso ter um veículo especial e passar por diversos treinamentos.


Cargas a granel

É o transporte de produtos que ainda não foram ensacados ou colocados em caixas, é muito comum em regiões do Brasil que contam com várias fazendas e um agronegócio expressivo.

Nessa modalidade existem dois tipos diferentes de transporte:

Granel líquido – é um transporte que não oferece perigo e geralmente, diz respeito a produtos líquidos transportados sem embalagem.

Se você quer fazer esse transporte, é preciso ter uma carroceria específica para a modalidade, com um tanque de aço e muito cuidado na higienização, além de que, em alguns casos você pode precisar cuidar da refrigeração do produto, pois ele pode se perder no caminho devido ao calor.

Granel sólido – um transporte bem conhecido e geralmente, é utilizado para transportar matérias primas como a soja, arroz, milho e feijão, que são produtos essenciais para a economia brasileira e também, para o público em geral.

Para transportar esse tipo de produto são usadas carrocerias abertas como as graneleiras, e também, existe a possibilidade de dividir a carga em unidades ou contêineres, para facilitar o manuseio e transporte do produto.


Conseguiu decidir a área que quer seguir?

Ser caminhoneiro é um estilo de vida totalmente diferente do que as pessoas normalmente estão acostumadas, mas extremamente importante para todos nós independentemente do lugar que estamos.

Esperamos que você tenha gostado do artigo de hoje, e fique ligado nos próximos!

0 visualização

Cnpj: 23.427.256/0001-85

Desenvolvido por